Your browser does not support JavaScript!
Navigate Up
Sign In
Skip Navigation LinksANSR > Notícias > ANSR promove Workshop do projeto europeu 10 OUT 2017

Notícias

ANSR PROMOVEU WORKSHOP DO PROJETO EUROPEU “AUTOCITS”

Publicada em 22-09-2017
 
A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em nome do consórcio do projeto europeu “AUTOCITS: Estudo de regulação para a interoperabilidade na adoção da condução autónoma em nós urbanos europeus”, promoveu no passado dia 10 de outubro, em Oeiras, um workshop internacional sobre os avanços deste projeto que vai testar carros sem condutor.
 
À semelhança de Madrid e Paris, Lisboa também será palco de testes do carro do futuro, em outubro de 2018, enquanto uma das três maiores cidades do chamado Corredor Atlântico, formado por vias prioritárias para o desenvolvimento da infraestrutura de transporte europeia. 
 
Embora nos próximos 30 anos os veículos autónomos não dispensem a presença de condutores humanos, a circulação deste tipo de veículos nas nossas estradas assume-se cada vez mais como cenário de um futuro breve, cujo projeto-piloto arranca em outubro do próximo ano na CREL.
 
No piloto a realizar em Portugal, serão percorridos sete quilómetros da A9, entre a A16 e a EN6, por dois carros autónomos - um desenvolvido pela Universidade Politécnica de Madrid e outro pelo Instituto Pedro Nunes (IPN).
 
Na fase de testes, a resposta dos veículos será posta à prova através da criação de cenários como obstáculos na estrada, condições meteorológicas adversas ou carros avariados e em marcha lenta.
 
O projeto “AUTOCITS” visa facilitar a circulação dos veículos sem condutor em meios urbanos e em vários países na Europa, permitindo uma convivência segura com os restantes veículos e adequando a legislação vigente e as regras de trânsito ao veículo autónomo.
 
Segundo revelou o presidente da ANSR, Jorge Jacob, “os carros serão testados em corredores de segurança, acompanhados pela polícia e com condutores a bordo”. Quando mais de 90% dos acidentes ocorrem por intervenção humana e 60% são provocados pelos condutores, a condução autónoma pode garantir mais segurança, na opinião do presidente da ANSR.
 
O projeto financiado pelo programa europeu CEF (Conecting Europe Facility), no montante de 2,6 milhões de euros, integra três Estados Membros: Portugal, Espanha e França. O consórcio é liderado pela Indra e conta com a participação da Universidade Politécnica de Madrid (UPM), Dirección General de Tráfico (DGT), Institut National de Recherche en Informatique et en Automatique (INRIA), Instituto Pedro Nunes (IPN), Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e Universidade de Coimbra (UC).
 
Para mais informações sobre o projeto, consulte http://www.autocits.eu